23
JUL

23 julho 2021 | 5€

NOVO HORÁRIO | 21:00

Sala Principal TMO

 

Bilhetes em Bol.pt | Lojas Worten, Fnac, CTT

Bilheteira TMO | 4ª a 6ª | 13:00 – 19:00
Dias de espetáculo | 16:00 – 22:00
bilheteira.tmo@cm-ourem.pt | 916 591 231

 

Integrado no ciclo de concertos que assinalam o 91º aniversário da AMBO, a Orquestra de Sopros de Ourém transporta novas sonoridades ao renovado Teatro Municipal. Decorridos alguns meses de ausência de interação da orquestra com o seu público e face às limitações ainda vigentes decorrentes do contexto pandémico que condicionam o número de artistas em palco e que inibem a sua apresentação em versão integral, neste evento, este grupo será disposto numa dinâmica de ensemble alargado, apresentando um programa franco-húngaro, do impressionismo quase esotérico e repleto de poesia simbólica de Claude Debussy à peculiaridade do poder melódico enquanto evocação de um sentimento gerador de emoções positivas, de Frigyes Hidas. Connosco teremos o violoncelista Fernando Costa, interpretando a solo uma das obras centrais deste concerto. Este violoncelista com um percurso académico centrado no Porto e em Berna (Suiça), é já uma das grandes referências nacionais, apresentando-se a solo regularmente com diversas orquestras nacionais, mas sendo a primeira vez que será acompanhado por uma orquestra de sopros. Uma noite de novas sonoridades a não perder que terá direção artística da maestrina Renata Oliveira.

Fernando Costa tem-se afirmado nos últimos anos como um valor seguro da nova geração de intérpretes em Portugal. As suas performances são marcadas por uma forte presença em palco, combinando um estilo dinâmico e impulsivo com a sua expressividade e sensibilidade musicais.
Violoncelista português nascido em 1991, iniciou os estudos de violoncelo com Valter Mateus e em 2013 terminou a Licenciatura, com classificação máxima, na Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo no Porto, na classe de violoncelo de Jed Barahal. Concluiu, em 2015, o Mestrado em Performance Musical sob a orientação do prestigiado violoncelista António Meneses, na Hochschule der Künste Bern, na Suíça.
Teve a oportunidade de atuar como solista acompanhado pela Orquestra Gulbenkian, Orquestra do Norte, Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras, Orquestra Sinfonieta da ESMAE, entre outras. Apresenta-se tanto a solo como em música de câmara, tendo atualmente uma regular atividade musical em Portugal e no estrangeiro. Entre os seus recentes projetos, destacam-se as digressões pelos Estados Unidos, China e a participação em festivais em Portugal, Suíça, Alemanha, França e Azerbaijão.
Foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian entre 2013 e 2015 e atualmente é representado pela KNS Artists. Em 2015, foi editado o seu 1º álbum – Après un rêve – (KNS Classical) e, em 2018, o álbum – Revelação – pela editora alemã Decurio.

Preçário
Entrada livre
Localização
Teatro Municipal de Ourém
Morada
Rua Dr. Francisco Sá Carneiro
Ourém, Portugal
Ver no Google Maps